Nuno Félix da Costa, Relatório sobre o que acontece, Portugal

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Relatório sobre o que acontece

crónicas sobre o que acontece ou o que parece acontecer

Relatório sobre o que acontece

crónicas sobre o que acontece ou o que parece acontecer

A AÇÃO DO VENTO

Perguntamos pelos deuses e eles aparecem-nos: policromos, os hindus rodam nas reencarnações, façanhudos, os gregos coreografam o tema do destino, no Egito, envoltos numa língua desaparecida, assistimos ao final do seu prazo de validade; severo, o de Jerusalém constrói o som do vento. Eu admiro os crocodilos, a sua irresistível aptidão para destruir, a saciedade contundente, tão diferente da humana a pedir justiça e futebol a um deus entreaberto ao mercado. Ouço-o respirar para cima e para baixo e admiro-o também, supremo paradigma do complexo, da fortuna e de uma noção de verdade solidamente assente em níveis de conveniência – ou de divergência se pretendemos explicar o massacre, o estupro, as espúrias guerras.