Nuno Félix da Costa, Relatório sobre o que acontece, Portugal

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Relatório sobre o que acontece

crónicas sobre o que acontece ou o que parece acontecer

Relatório sobre o que acontece

crónicas sobre o que acontece ou o que parece acontecer

extrapolar

 

É importante conhecer bem o rato. Conhecemos bem o rato de laboratório que é uma versão do rato natural preparada para demonstrações científicas. É preciso conhecê-lo bem para podermos extrapolar o que descobrirmos para o nível humano ainda que com alguma cautela. O humano atual também é uma versão que evoluiu sujeita a um meio que ele próprio modificou e essas modificações do meio ganharam uma representação simbólica na mente do humano que o afeta e que ele já não controla. É neste contexto que dizemos que tudo é cultura, tudo o que pensamos, pensamo-lo porque alguém antes o pensou, e outro antes dele, sucessivamente, até alguém, um grego, em geral, que pensou a forma como o nosso pensamento deveria pensar as coisas. Esperamos que o rato nos ensine o caminho até um homem liberto, com os seus instintos pouco educados, mas um sono claro, não torturado pela dúvida sobre o próprio pensamento, amando as coisas à primeira vista num jardim japonês e repelindo as coisas que o envenenam. Como será o livro que escreverá esse homem sem a nossa cultura, como será a sua linguagem, o seu deus sem a Mesopotâmia, o seu pensamento sem os gregos?